Novas alíquotas do Imposto de Renda

Uma parcela dos cidadãos brasileiros devem contribuir para o imposto de renda, esses brasileiros são os que ganham mais que o teto-base determinado pela Receita Federal, órgão do Governo Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória e deve ser realizada todos os anos, sendo as informações divulgadas pelo site do órgão. Mesmo assim, muitas pessoas possuem dúvidas de como realizar a declaração do Imposto de Renda, como funciona a contribuição, quem precisa declarar e as novas alíquotas do Imposto de Renda. Por isso, abaixo iremos informar para que serve o imposto e sobre as Novas Alíquotas do Imposto de Renda.

Novas Alíquotas do Imposto de Renda 2021

Novas Alíquotas do Imposto de Renda 2021

Para que Serve o Imposto de Renda

A declaração do imposto de renda é feita pelo computador, ou seja, o cidadão faz diretamente da sua casa ou seu trabalho, sem precisar ter que ir até um posto da Receita Federal e nem mesmo enfrentar filas.

A contribuição do imposto de renda acontece para que o governo invista em áreas necessárias para o país como:

  • Segurança;
  • Infraestrutura;
  • Saúde;
  • Educação;
  • Dentre outros.

Novas Alíquotas do Imposto de Renda

Alíquota Imposto de Renda

Para melhorar a vida dos contribuintes que recebe menos, o Senado Federal está discutindo a aprovação de uma nova tabela do imposto de renda. A nova tabela quer ser mais justa com os brasileiros e corrigir distorções, para adequar a realidade da população.

A nova tabela quer isentar os contribuintes que recebem até R$ 3,3 mil reais por mês, o que representa uma boa parcela da população brasileira que precisa fazer a declaração do imposto. Além disso as novas alíquotas do Imposto de Renda também iriam mudar de acordo com o projeto, as faixas de tributação seriam de:

  • 5%;
  • 10%;
  • 15%;
  • 20%;
  • 25%;
  • 30%;
  • 35% e;
  • 40%.

Essa mudança pretende isentar quem ganha menos e cobrar mais impostos de quem recebe mais, que seria a parte rica da população. Isso iria corrigir injustiças e cobrar imposto de quem realmente pode pagar e isentar as famílias que tem uma renda pequena.

O projeto de lei precisa ainda passar por uma Comissão do Senado, depois ir para o plenário das duas Casas e por fim ser promulgado pelo Presidente da República.

Tabela Imposto de Renda

A cada ano que chega a data para realizar a declaração do imposto de renda, muitas pessoas ficam em dúvidas de como vai funcionar a declaração, quem precisa realiza-la e os prazos. Mesmo quem tem experiência ainda fica com dúvidas por causa das mudanças de regras que sempre acontecem praticamente todos os anos.

As alíquotas do Imposto de Renda variam conforme o salário do contribuinte e a cada ano. Possui a isenção do imposto de Renda, o trabalhador que ganha até R$ 22.487,76 ao ano, não precisando realizar a declaração do imposto.

  • Quem recebe até R$1.903,98 por mês não precisa declarar;
  • Quem recebe de R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 paga 7,5% de alíquota e a parcela a deduzir é de R$ 142,80;
  • Quem recebe de R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 tem alíquota de 15% e parcela a deduzir de R$ 354,80.
  • Para quem recebe de R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68, alíquota de 22,5% e R$ 636,13 de dedução do IRPF;
  • Acima de R$ 4.664,68 a alíquota vai para 27,5% e dedução de R$ 869,36.

A tabela do imposto de renda com esses números e outras informações é divulgada logo no início do ano antes do começo da declaração para que o cidadão tenha tempo necessário para se organizar. Acesse http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2017.

Leave a Reply